Théo Brandão participa da “Primavera dos Museus”

Publicado em 14 Set 18


Programação será voltada para a temática educativa

 

 

Jacqueline Batista – jornalista e Anna Sales - estudante de Jornalismo

 

Nos dias 21 e 22 deste mês, o Museu Théo Brandão (MTB) vai participar da “12ª Primavera dos Museus” com oficina, lançamento de livro, exibição de filme e apresentações artísticas. O evento é aberto ao público. 

 

Na sexta, 21, às 14h, o Cineclube Théo vai exibir o filme “Terreiros do Brincar”, que relata a participação de crianças nos grupos de manifestações populares em quatro estados brasileiros. O documentário dialoga sobre o ato do brincar. Ao viajar pelo Brasil, descobre-se várias formas do uso da palavra e as mais diversas manifestações da cultura popular.

 

Uma das manifestações retratadas no filme é a “Caretas de Acupe”, do povoado Acupe, em Santo Amaro (Bahia), onde se pode ver crianças e adultos em um brincar coletivo, juntamente com as pessoas da cidade, que fazem parte da folia. A classificação etária indicativa do filme é livre. Após a sessão, haverá um debate, voltado para educadores, com a museóloga Carmen Lúcia Dantas.

 

No sábado, 22, ás 9h, terá início a oficina “Educação Patrimonial para Educadores”, com Cássia Valle, museóloga, atriz e escritora baiana. As inscrições para a oficina serão realizadas 30 minutos antes de ser iniciada.

 

Literatura infantil

 

Ás 14h, será lançado o livro “Calu: uma menina cheia de história” (Editora Malê), de Cássia Valle e Luciana Palmeira. A publicação infantil aborda as memórias da ilha da Boca do Rio, contadas por uma menina chamada Calu, que foi habilitada por seus avós ­–  griots, detentores do passado e da ancestralidade ­– para ser uma nova narradora e propagadora das histórias, das personagens, dos costumes e dos modos de agir de matriz africana que se tornou parte constitutiva da diversidade cultural do lugar. Calu procura uma forma de transformar o bairro em que mora num museu a céu aberto.

 

O livro é vencedor do Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) de 2017, na categoria Infantil/Juvenil. A APCA existe deste 1956 e é a mais tradicional entidade de críticos de artes do Brasil.

 

Talentos coreográficos

 

A programação será finalizada com as apresentações culturais “Poéticas e talentos coreográficos”. O público poderá ver três danças diferenciadas. O espetáculo “Inquietação” (com as artistas Elis Maria, Alessandra Sanches e Maria José Santos) é um experimento em dança, cuja proposta inicial é levar para o palco temas referentes à violência humana, especificamente em relação à mulher. A coordenação é de Jailton de Oliveira Kronos. 

 

Já o Cara Crew é um grupo de danças Urbanas, formado por alunos do curso técnico e de licenciatura em Dança da UFAL e comunidade em geral, que dialoga sobre questões LGBTIA, negra e feminista.

 

O trabalho solo ficará por conta do estudante de Licenciatura em Dança/Ufal, Maciel Ferreira. Ele vai fazer a apresentação intitulada “Rito”, em que, segundo o artista, “o corpo assume suas raízes ancestrais no processo identitário que se formaliza nesse misto religioso existente na formação da cultura afro-brasileira alagoana”.

 

Com os objetivos de intensificar a relação dos museus e a sociedade, aumentar o público visitante, além de promover, divulgar e valorizar os museus brasileiros, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) iniciou, em 2007, a “Primavera dos Museus”, evento anual, que acontece simultaneamente nos principais museus e centro culturais brasileiros. Neste ano, o tema escolhido pelo Ibram foi “Celebrando a educação em museus”.

 

De acordo com o Ibram, o tema propõe uma reflexão sobre uma das principais funções do museu: educar e contribuir no despertar de interesse para diferentes áreas do conhecimento, a vida em sociedade, a importância das memórias e o valor do patrimônio cultural. Mais informações pelos telefones 3214-1716/1714. Confira Aqui o Guia da Programação completa para ver os eventos de todas as instituições do país.

 

 

SERVIÇO:

 

O quê: Primavera dos Museus

Onde: Museu Théo Brandão

Quando: dias 21 e 22 de setembro

Entrada gratuita





Esse artigo foi lido 319 vezes!




Siga-nos no Facebook




Leia Também


Oficina sobre acervos fotográficos foi realizada no MTB



Servidor do Museu participa de uma maratona criativa internacional



3º Festival Théo Brandão de fotografias e filmes etnográficos é realizado no MTB