Artista Petrônio Farias é ganhador do Gustavo Leite 2014

Publicado em 02 Dez 14


Jacqueline Batista - jornalista

 

O Museu Théo Brandão realizou a entrega do Prêmio Gustavo Leite ao melhor artesão do ano de 2014. O ganhador foi Petrônio Farias, morador da zona rural de Pão de Açúcar. O evento, que esteve em sua 11ª edição, acontece anualmente no MTB, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult).  

 

Após a entrega do prêmio no dia 12 de setembro, foi aberta a exposição com peças do artista ganhador. Na ocasião, foi exibido o filme “Petrônio, o primeiro abraço”, do fotógrafo e cineasta Celso Brandão. A exposição ficou em cartaz até o dia 1° de novembro de 2014.

 

Petrônio confecciona objetos artesanais utilitários, como cadeiras, mesas e bancos, além de esculturas criadas a partir de troncos retorcidos, encontrados no leito do Rio São Francisco e seus afluentes. A arte de Petrônio aproveita as formas dadas pela natureza.  

 

A maior parte das peças de Petrônio é vendida para clientes do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Pernambuco e Piauí. A notícia da premiação foi recebida com muita alegria. “É mais reconhecimento para o meu trabalho. Quando estamos na mídia, melhora tudo”, comemorou.

 

A premiação presta uma homenagem ao produtor cultural, iluminador e cenógrafo alagoano Gustavo Leite, que atuou junto aos artistas do interior do Estado, na divulgação e comercialização de suas obras.

 

De acordo com a diretora do MTB, Fernanda Rechenberg, "o prêmio é um importante reconhecimento e incentivo ao trabalho de artistas alagoanos, em especial àqueles com menor possibilidade de acesso ao mercado, e vem, ao longo dos últimos 11 anos, premiando e divulgando a obra de artistas muito originais”, ressaltou.





Esse artigo foi lido 40 vezes!




Siga-nos no Facebook




Leia Também


Indígena alagoano é destaque em exposição no MTB



Museu Théo Brandão apresenta exposição de Achiles Escobar



Exposição "As 50 histórias que minha avó contava"