A Jatiúca de Théo Brandão

Publicado em 23 Abr 18


Jacqueline Batista- jornalista

 

Qual a relação do nome do bairro Jatiúca com o mestre do Folclore, Théo Brandão? O patrono do Museu era proprietário de um sítio no bairro. Segundo o folclorista José Maria Tenório Rocha, a localidade era batizada, inicialmente, de Carrapato. Théo Brandão trocou o nome Carrapato pela sua versão em tupi-guarani: Jatiúca.

 

Posteriormente, o nome do sítio passou a denominar a estrada, sendo o então secretário de Educação do Estado, Deraldo Campos “quem estendeu o topônimo que se emprega para designar o bairro situado entre as localidades maceioenses do Poço, Pajuçara, Ponta Verde e Cruz das Almas”, escreveu José Maria Tenório, em “Théo Brandão, mestre do Folclore brasileiro”.

 

Théo Brandão fez a poesia “A história de Jatiúca em versos”, na qual ele descreve a história do sítio e do surgimento do bairro. “... Assim quis eu também nomear aquele trato de terra inculta e areenta, bem defronte ao mar que um trecho apenas era do antigo carrapato... Esse nome vertio, como faz quem restruca... E chamei-o, empregando o tupir linguajar por nome mais sonoro e viril Jatiúca!”





Esse artigo foi lido 258 vezes!




Siga-nos no Facebook




Leia Também