MTB visita a Ilha do Ferro

Publicado em 04 Set 17


A equipe do museu fez uma visita técnica ao povoado rico em arte e cultura popular

 

Letícia Bezerra – Estudante de Relações Públicas

 

A equipe do Museu Théo Brandão (MTB) realizou, no dia 18 de agosto, uma visita técnica à Ilha do Ferro, povoado de Pão de Açúcar, localizado no sertão alagoano. O objetivo da viagem foi ampliar os conhecimentos sobre a arte e artistas locais, que muito contribuem para preservação da tradição artística e cultural do estado.

 

A comunidade fica a 18 km da cidade, com difícil acesso de barco ou de carro, através de estrada de barro. Lá, o artesanato é herança dos mais velhos aos mais novos e está presente em grande parte das casas do local. Na maioria dos casos, as mulheres fazem bordado e os homens esculpem a madeira. As técnicas são aprendidas por meio da observação ou ensinamento dos mais experientes.

 

 A visita contou com paradas nas casas dos artesãos, os quais recepcionaram muito bem a equipe do Museu. O primeiro a ser visitado foi Petrônio, que ganhou o Prêmio Gustavo Leite (de melhor artesão do ano), em 2007. Ele desenvolve sua arte ao lado de seu filho, Yang. O pai trabalha com esculturas maiores, bancos e móveis, enquanto o filho faz as esculturas pequenas.

 

Outro artista da ilha, também ganhador do Prêmio Gustavo Leite, é o Mestre Vieira. Ele esculpe há mais de 25 anos e reforça que aprendeu tudo sozinho. Já seu Abel aprendeu a arte com o filho e, hoje, o ajuda na confecção de cabeças, bonecas e passarinhos. Desde 1982, seu Aberaldo trabalha com esculturas, usando as técnicas que recebeu como a herança familiar. Ele, juntamente com sua esposa Vânia Teixeira (dona Vana), está construindo uma pousada nos fundos de sua casa para complementar o serviço de almoços que eles já oferecem sob reserva.

 

Além das visitas aos artesãos, a equipe também conheceu o recém-inaugurado Espaço de Memória Artesão Fernando Rodrigues dos Santos. O museu é uma iniciativa da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal). Seu nome é uma homenagem ao artesão pioneiro nos trabalhos artísticos com madeira na Ilha do Ferro. O espaço reúne peças dos artistas locais, que incluem bordados e obras em madeira.

 

 Através das visitas técnicas, a equipe do MTB tem contato direto com muitos dos artistas, cujas obras fazem parte do acervo do Museu. É também uma oportunidade de atualizar os conhecimentos sobre as técnicas, materiais, história e condições dos artesãos.

 





Esse artigo foi lido 79 vezes!




Siga-nos no Facebook




Leia Também


Cineclube Elegbá mostra o cotidiano de uma transexual



Museu Théo Brandão prepara programação especial para a “14ª Semana Nacional de Museus”



Mostra de talentos será apresentada no Museu Théo Brandão